segunda-feira, 20 de março de 2017

A neopentecostalização da Assembléia de Deus



É doloroso para um assembleiano, ver a Assembléia de Deus se neopentecostalizando a cada dia. Estamos perdendo a nossa identidade de Igreja evangélica pentecostal, simples e que não abusa do dinheiro dos fiéis. Nas questões de contribuição, sempre fomos uma Igreja que falava timidamente sobre dízimos e ofertas, para não constranger os irmãos e para não afastar as pessoas do Evangelho. Os nossos pastores eram pessoas tementes a Deus, que viviam de modo simples, com muitas dificuldades financeiras. Entretanto, há alguns anos esta realidade vem mudando.
No último sábado, participei de um evento para casais em nossa Sede em Osasco, com um famoso palestrante, que diz que 'ama família'. Foram usadas as dependências da Igreja e suas instalações e cobrado R$ 100,00 por casal para participar. Segundo os organizadores, participaram um total de 450 casais, o que daria um total de 45 mil reais.
O corredor do templo, logo na entrada, parecia uma feira de tanta banca de livros, CDs, DVDs e camisetas; na cozinha da Igreja, o jantar era R$ 40,00 por casal e os lanches eram vendidos normalmente, mesmo para os que pagaram para participar do evento. Tudo para ajudar nos custos do evento.
Mesmo assim, o palestrante passou quase uma hora distorcendo textos bíblicos e contando histórias, com o objetivo de arrecadar. Começou pedindo um valor básico de R$ 700,00. Depois, falou que aqueles que não tivessem, poderiam dar 500,00, 200,00, 100,00, até que chegou ao valor mínimo de 7,00. Citou até um caso de 'um irmão' que ele conheceu, que certa vez deu (pasmem!) 5 milhões de oferta.
Isso, com o linguajar típico do neopentecostalismo: semeie uma oferta, terra fértil, liberalidade, fé para ofertar, declaro prosperidade, ato profético, etc.
Ofereceu livros de todos os tipos, inclusive um que fala da herética doutrina da maldição hereditária. Onde vamos parar? Ainda bem que não convidei nenhum casal para participar. Ficaria envergonhado, se tivesse levado um casal não evangélico ou novo convertido para ser submetido a uma manipulação e constrangimento dessa magnitude.

Deus tenha misericórdia da Assembléia de Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário