sexta-feira, 17 de junho de 2016

A euforia dos petralhas por causa das delações de Sérgio Machado

Alguns petistas andam meio eufóricos na internet, por causa das delações de Sérgio Machado, que citou até Michel Temer. Vi em um destes sites adestrados pelo PT, que 'CAIU A MÁSCARA DOS QUE APOIARAM O IMPEACHMENT'.
Ora, contenham-se petistas! Alto lá! Não há máscara alguma. Há uma diferença abissal entre os dois casos, que vou tentar explicar em poucas palavras:
1) Dilma cometeu crimes durante o governo. Estes crimes já foram comprovados e a lei prevê como punição neste caso, o impeachment.
2) As pessoas que apoiaram o impeachment não escolheram Michel Temer como Presidente da República. Quem o escolheu foram os eleitores do PT e aliados que votaram na chapa Dilma - Temer. E, uma vez Dilma sendo impedida teria que ser ele o substituto legal. Portanto, não se pode querer culpar quem apóia o impeachment, por eventuais erros ou crimes do Temer.
3) Temer foi citado em caso de corrupção antes do governo, em 2012. O caso ainda será investigado e não tem nada comprovado. A lei diz que o Presidente da República não pode ser punido no exercício do mandato por crimes que tenham sido cometidos fora do mandato. Se ele de fato, tiver cometido crime, será punido após o mandato. Por enquanto, ele tem a dificílima tarefa de corrigir os estragos que o PT causou ao Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário