quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

O que é o pecado de rebelião?


A rebelião é uma oposição direta a Deus e à sua Palavra, ou a alguém que ele escolheu para liderar o seu povo.

A primeira rebelião aconteceu no céu, quando um querubim quis ser igual a Deus e juntou uma terça parte dos anjos numa atitude de insubordinação a Deus.

Depois, vieram outras rebeliões como a de Cam, contra o seu pai; de Mirian e Arão contra Moisés; de Coré, Datã e Abirão contra Moisés; de Saul contra Deus; de Absalão contra Davi, etc.

Rebelião é um pecado grave, comparado à feitiçaria. No Antigo Testamento, os que se rebelaram foram amaldiçoados ou morreram.

O problema é que na atualidade, muitos confundem defesa da fé, pregar contra o pecado, ou contestar abuso de autoridade, com rebelião. São coisas totalmente distintas. Nenhuma autoridade secular ou espiritual é infalível ou inquestionável. A rebelião é eu contestar a existência da liderança. Contestar os seus erros e abusos não é rebelião.

Jesus, por exemplo dedicou o capítulo 23 de Mateus para condenar a liderança espiritual dos Escribas e Fariseus, com duras palavras.

João Batista chamou os Escribas e Fariseus de 'raça de viboras' e repreendeu o Rei Herodes por causa do adultério.

Pedro disse aos Principais Sacerdotes e Anciãos do povo que era mais importante obedecer a Deus do que a eles.

Os crentes de Beréia ouviram o apóstolo Paulo pregar foram conferir nas Escrituras, se o que ele estava pregando estava correto. Por isso foram chamados de nobres.

Paulo repreendeu a Pedro, quando em Antioquia, Pedro se afastou dia gentios para não ficar mal com os Judeus. Paulo falou que ele se tornara repreensível.

Em outros textos, tanto Paulo, como Pedro e João falaram para combater os falsos ensinos.

O apóstolo Judas falou para batalhamos pela fé que uma vez foi dada aos santos. Ou seja, devemos defender a verdade bíblica, que isso não é rebelião.

Portanto, se alguém está liderando a Igreja conforme manda a Bíblia e nós ficarmos contra a sua liderança ou quisermos tomar o lugar dele, estamos em pecado de rebelião.
Porém, se a pessoa é líder da Igreja e prega heresias ou contraria a Verdade bíblica, quem está sendo rebelde é ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário