sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Comunicado de saída do Partido DEMOCRATAS.

Prezados correligionários do DEMOCRATAS,
O meu nome é Weliano Pires Neto. Sou filiado ao partido DEMOCRATAS a alguns anos. Desde a adolescência militei no PFL, pois, compartilho das idéias que levaram à sua fundação, como uma cisão do PDS. Sempre acreditei e continuo acreditando nos ideais democráticos e no liberalismo econômico, defendidos por Marco Maciel, Jorge Bornhausen, Aureliano Chaves, José Agripino Maia e muitos outros, que fizeram do PFL o maior partido do Brasil. Outrossim, repudio as práticas nefastas, antidemocráticas, corruptas, estatizantes, abortistas, promíscuas, gayzistas  ditadoras e incoerentes do PT e seus asseclas. Politicamente, sou um conservador de direita, embora economicamente seja neoliberal. Assim sendo, o partido político brasileiro que mais se aproximou das minhas convicções foi o PFL/DEM. Porém, nos últimos anos, venho me desiludindo com este partido e com algumas posturas que adotou. A primeira delas foi a mudança de nome para DEMOCRATAS. Pareceu-me uma negação da nossa história. Mas, esta não foi a pior postura; com esta eu conviveria, sem maiores problemas. O problema maior foram algumas alianças espúrias, de alguns diretórios do DEM, como no caso de Osasco - SP onde moro. O DEM de Osasco aliou-se ao mensaleiro João Paulo Cunha, fazendo parte oficialmente da sua coligação. Enviei a carta abaixo ao comando nacional e estadual do partido, cobrando uma postura mais enérgica, porém, nem sequer me responderam. Como eu voto em São Paulo-SP e estava envolvido na campanha de José Serra à prefeitura, preferi não enfrentar a situação, para não prejudicar a campanha. Passadas as eleições, profundamente desconfortável e constrangido em ver o meu partido aliado aos maiores corruptos da história do Brasil, que tanto combatemos,  sinto-me obrigado a deixar o partido. Sirvo-me desta carta, para comunicar aos senhores o meu desligamento do partido DEMOCRATAS a partir desta data. A princípio, não sei ainda, a que partido me filiarei. Continuo com os meus ideais democráticos, combatendo ferrenhamente a corrupção, o nepotismo, o fisiologismo, as ditaduras e a ineficiência do estado. 
Segue abaixo, a carta que enviei aos senhores denunciando a aliança imoral do DEM, com o mensaleiro João Paulo Cunha:
"Excelentíssimo Senhor Senador José Agripino Maia
MD. Presidente Nacional do Partido DEMOCRATAS,
O Meu nome é Weliano Pires Neto, moro em Osasco-SP e sou filiado ao partido DEM-SP. Milito neste partido a algum tempo. Apoiei as candidaturas de Geraldo Alckmin e José Serra para a presidência da República, respectivamente em 2006 e 2010, portanto, trabalhei junto à coligação PSDB/DEM/PPS. Isto principalmente, porque combato o petismo, o nepotismo, a corrupção, o aborto, o casamento gay, o inchaço e o aparelhamento do estado, as cobranças de propinas, o aumento de impostos, as quebras de sigilo criminosas, o mensalão, os dólares acomodados em peças íntimas, os aloprados, os desvios de dinheiro público mediante ONGs, as "consultorias milionárias" etc. O mensalão, como todos sabemos, foi um dos episódios mais vergonhosos já vistos na política brasileira. Foram milhões de reais dos cofres públicos usados para pagar mensalidades a deputados corruptos, para que votassem com o governo. Isto, como Vossa Excelência bem sabe, foi largamente denunciado pela imprensa brasileira. Por isso o PT tanto quer amordaçar aos jornais. O PNDH-3 está aí para provar isso.Pois bem, a razão pela qual escrevo para Vossa Excelência, é para denunciar que o DEMOCRATAS e o PPS da cidade de Osasco-SP, deu apoio à pré-candidatura de um dos principais protagonistas do mensalão, o deputado João Paulo Cunha. Quando me falaram não acreditei, mas, o fato foi noticiado pela imprensa local. Achei um absurdo e senti-me envergonhado. Como ficarei diante dessa infâmia? Como poderia eu combater o PT e a corrupção em minha cidade, se o partido ao qual estou filiado apóia um mensaleiro para prefeito?Diante do exposto, solicito a Vossa Excelência e à Executiva Nacional do partido que tomem uma providência urgente."
Atenciosamente, o correligionário,
Weliano Pires Neto 
Osasco-SP