sexta-feira, 30 de abril de 2010

Lula e a revista TIMES

Com certeza, o documentarista Michael Moore e os editores da revista TIMES não conhecem o Brasil. Ou, fingem desconhecer, para enaltecer o presidente Lula.
Michael Moore afirma que “o que Lula quer para o Brasil é o que os americanos chamavam de sonho americano”. Na verdade, Sr Moore, o que Lula quer para o Brasil seria um pesadelo para os americanos. Imagine o Sr. Moore, se alguém nos Estados Unidos tentasse criar um “Conselho Federal de Jornalismo”, com o objetivo de “controlar a imprensa”. Ou, um presidente dos EUA concedesse asilo político a um terrorista como Césare Batisti, condenado a prisão perpétua pela Justiça Italiana; o que pensariam os americanos, de um presidente que deu total apoio aos mensaleiros, aos aloprados, a Sarney, a Renan Calheiros e muitos outros casos de corrupção? Será que os americanos sonharam com um presidente, que indo na contramão do mundo, desse apoio a alguém que nega o holocausto, prega a destruição do estado de Israel, condena à morte homossexuais e opositores do seu regime tirano e quer construir armas nucleares ameaçando a paz mundial, como o presidente do Irã? Duvido! O que diriam os americanos se o seu presidente constantemente zombasse da justiça, como faz Lula desde que assumiu o poder?
O documentarista completa toda a sua ignorância em relação ao Brasil, quando afirma que “Lula quer conduzir o Brasil ao primeiro mundo com programas sociais como o fome zero.” Ora, nem o PT fala mais em fome zero, devido ao seu fracasso total.
Concluindo, eu tenho uma proposta a fazer ao sr. Michael Moore e aos editores da revista TIMES: Que eles venham morar no Brasil, sob a presidência de Lula, sendo tratados pelo SUS, pagando a carga tributária do Brasil, vivendo dos salários brasileiros (exceto os de políticos e magistrados) e eu vou para os EUA, mesmo discordando em muitas coisas de Barac Obama, submeto-me ao seu governo, aceito o sistema de saúde de lá, o salário e as condições de vida de “terceiro mundo” na visão de Michael Moore. Faríamos um teste de pelo menos seis meses e eu tenho certeza que os editores da TIMES mudariam de opinião, principalmente se ousassem criticar o governo Lula, como eu faço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário