sexta-feira, 27 de novembro de 2009

MANUAL DE DICAS PARA A PROVA DO ENEM

Se você quiser passar na prova do ENEM, a qual dá acesso à universidade brasileira da Era Lula, é bom ir se preparando. Tendo isso em vista, e querendo ajudar os alunos a entrar no mundo universitário do programa do PRO-LULA, PRO-PAC, OU PROUNI - o que vem a dar no mesmo -, este Manual lhe ensinará a ficar de acordo com essa Nova Era. O Manual lhe confirmará que tudo o que você pensa ser correto é correto. O Manual não deixará você marchar de passo errado, sempre segundo os ditames da Nova Ordem Mundial. Em última análise, o objetivo do Manual é não deixar você passar vergonha errando questões para lá de fáceis, questões que até o Lula acertaria. Pensando assim, esse Manual é mais do que uma coleção de Dicas; é o próprio espírito do ENEM. Aproveite-o!
Antes, porém, é preciso compreender que esse Manual de Dicas não nasceu para você ter medo dele e assim ter um prejuízo na sua auto-estima. Para começar, não se preocupe com erros de português; esta é a primeira Dica. Com o novo Acordo de Reforma Ortográfica os acentos e as regras gramaticais do português estão abolidos; aliás, já estavam, porque ninguém mais aprendeu a acentuar coisa alguma nas escolas da Era Lula. Esse próprio Manual de Dicas somente acentua palavras por cacoete do WORD 2000, um software elitista e notoriamente americano que insiste em corrigir automaticamente o que aqui está escrito. Ignore os acentos e não ligue para a falta deles. Lembre-se que o importante é se comunicar! Não é isso que você, caro aluno, aprendeu com a pedagogia do excluído ou do oprimido de Paulo Freire? Agora é a “Novilíngua””.
Então, vamos lá - mãos a obra! A Nova Era educacional aprovará somente alunos que estiverem em dia com as novas modas, especialmente a moda de misturar tudo e não ensinar e aprender nada. Portanto, fique atento para as perguntas que virão todas misturadas. Por exemplo, as perguntas de matemática poderão vir apresentadas na forma de cálculos sociais ou prejuízos econômicos devido a exploração capitalista. Não vá tentar resolver questões de matemática sem levar em conta os pobre e os oprimido, os explorado, os sem-terra, e todo tipo de vitima do capitalismo. Lembre-se que tudo tem a ver com o problema social, inclusive as retas, os triângulos, os quadrados, etc. Fenômenos físicos poderão vir disfarçados em questões de energia, de etanol, o combustível preferido na mesa do apedeuta Lula. E também questões assim obrigarão o aluno a relacionar a física com as leis do meio ambiente, da floresta amazônica, do CO2, do aquecimento global. Este último item é muito sensível. Não vá se esquecer de culpar o Bush em primeiro lugar pelo fim do mundo, depois a humanidade toda, e até você mesmo. Claro, você mesmo! Você não peida? Então você é culpado pela desgraça do planeta. Não esqueça do aquecimento global que acabará com a Terra antes do quarto mandato do apedeuta. Se esquecer, você, como diz o seu presidente, sifu no ENEM!
O exame ENEM quer avaliar se você é uma pessoa crítica, que reflete, que sabe fazer perguntas em vez de respondê-las. O ENEM, portanto, é o exame perfeito para quem não aprendeu nada, nem mesmo ler e escrever. Aqui há uma falha clamorosa do exame do ENEM (se você não sabe o que é clamorosa, não se preocupe): ele exige que você saiba ler e escrever pelo menos 6 linhas - um claro entulho autoritário da ditadura! Mas não se preocupe, o governo do apedeuta está trabalhando duro para remover essa herança maldita elitista. Reflita, faça pelo menos uma cara de reflexão, tente colocar isso no papel. Questione. Desafie. Transgrida. Não seja impassível. Aja como um revolucionário socialista. Aliás, você foi treinado para isso nas Escolas. Não vá decepcionar o Ministro da Educação. E fique calmo, ninguém perguntará o nome dele!
Antes de tudo a prova do ENEM (o Manual antecipadamente se desculpa se ofender alguém ao chamar o exame do ENEM de prova) não visa a diminuir a auto-estima de ninguém. Lembre-se que você é negro, gay, índio, sem-terra; que você é tudo isso ao mesmo tempo, que você é o que quiser ser e o que diz ser, portanto você tem direitos adquiridos. Tranqüilize-se, o ENEM foi feito por causa das minorias oprimidas; mesmo se você conseguir rodar na prova do ENEM, ainda há o Senado, o Sarney, o Supremo, o juiz Barbosa, o José Dirceu, a voz rouca das ruas, a legitimidade, o Obama, o escambau. Você não tem como ficar fora.
Uma das questões mais candentes atualmente é sobre as drogas. Você deve se colocar a favor do governo e responder favoravelmente sobre esse assunto. Faça como o Ministro da Maconha do Lula: "aperte, mas não fume". Depois negue tudo. Não vá falar mal do crack, droga 100% nacional! Chega de pagar royalties ao Evo Morales e sua coca bolivariana! Queremos empregos aqui!
Na questão sobre o SUS responda que nisso já chegamos à perfeição. Não vá se queixar na prova de redação que você perdeu o pai ou a mãe por falta de hospitais, ou falta de leitos. Isso é uma mentira contra um sistema perfeito. Conforte-se com a idéia de que muitos mais morreram e que ninguém reclamou, que nenhum político se emociona com isso. Seja patriota. Adoeça e morra, mesmo de diarréia, como um cidadão brasileiro.
Nas questões de segurança responda que você se sente perfeitamente seguro em sua cidade e que esta segurança lhe foi dada pelo atual governo, afinal, nunca se prendeu tanta gente neste país como nestes anos do apedeuta. Aqueles 56 mil mortos à bala por ano foram casos de suicídio, talvez por tédio, enfado de quem não almeja mais nada na vida. O Comissário do Povo Tarso Genro está aí para garantir a sua segurança e estender a cidadania a qualquer delinqüente ou terrorista deste ou de outro país. Se você é gaúcho, lembre-se, o Comissário vem aí em 2010. Fora Yeda!
A questão sexual. Aqui cuidado. Mesmo o aluno melhor preparado poderá ter dificuldades. Este Manual lhe avisa que você deverá deixar de lado todo o preconceito e parar de reparar no cidadão homossexual que tem todo o direito de fazer sexo em público e na frente dos seus filhos menores. Você deve reprimir a tendência autoritária, fora de moda e homofóbica de reprimir a cidadania sexual das pessoas. Outro aspecto desta questão é a da pedofilia. Conforme a jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, estado pioneiro na Revolução Socialista, casar e manter relações sexuais com uma menina idosa e experiente de 12 anos não pode ser considerado pedofilia. Portanto, não demonstre qualquer indignação diante disso. A tendência do examinador do ENEM é a da filopedofilia ou flexibilidade sexual, igual a do Tribunal gaúcho - é o chamado direito ou lex flex-sex.
Finalmente, seja um aluno correto e obediente. Não responda nada diferente do que você leu nos últimos 15 anos em Zero Hora, Folha de São Paulo, O Globo, etc. Lembre-se que o Jornal Nacional da Globo deu a idéia do ENEM, portanto assista televisão sem parar, e preste mais atenção nas mensagens culturais, religiosas, sociais e políticas das novelas da Globo - elas balizam para você há anos o politicamente correto, o ecologicamente correto, o sexualmente correto. E, principalmente, não deixe o examinador do ENEM saber que você tem alguma religião que não seja a do Islã; em hipótese alguma afirme que o holocausto judeu existiu; que as FARC não devem se transformar em partido político; que você é contra a re-eleição do Lula. Seja um bom comunista. E, se você não conseguir responder a qualquer pergunta, por favor, sinta-se em casa e fique à vontade para colar do seu vizinho; não haverá ninguém com coragem para proibi-lo.

Fonte:Carlos Reis | 19 Junho 2009
Site MÍDIA SEM MÁSCARA(www.midiasemmascara.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário