quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Carta ao Secretário municipal de saúde de Osasco

Excelentíssimo Senhor Gelso de Lima
MD secretário da saúde de Osasco,



Gostaria de comunicar à Vossa senhoria, o degradante estado em que se encontra o posto de saúde Francisca Lima de Lira, no bairro Portal do Oeste, onde moro. Refiro-me ao atendimento que os moradores do nosso bairro estão tendo.
No dia 20 de outubro deste ano, fui ao referido posto tentar marcar uma consulta para a minha filha Fernanda de um ano e oito meses, que faz acompanhamento com o pediatra Dr. Ricardo desde que nasceu. Para a minha surpresa, a recepcionista me informou que a agenda do Dr. Ricardo estava lotada e que eu deveria retornar no final de outubro para marcar a consulta. Pois bem, ontem (04/11/2009) eu retornei lá e para a minha surpresa, fui informado de que não havia vaga na agenda do pediatra e nem previsão de agendamento. Fiquei indignado com isso e no mesmo instante telefonei para a ouvidoria da Prefeitura de Osasco relatando o ocorrido. A pessoa que me atendeu falou que iria registrar a minha queixa e tentar buscar uma vaga para a minha filha. Porém, ela me disse que eu deveria levar este fato à Secretaria Municipal de saúde do município, o que procurei fazê-lo o mais depressa possível, pois pode ser que Vossa Senhoria, não tenha conhecimento destes fatos. Para alguns munícipes isto é normal, visto que a saúde pública em nosso país está na UTI. Eu, entretanto, não posso aceitar tamanho desrespeito para com a população que paga compulsoriamente, uma exorbitante carga tributária.
Fatos semelhantes aconteceram com a minha família em 2006, no pronto socorro do Jardim Helena Maria, que fica próximo à Av. João Ventura dos Santos, do qual, não me recordo o nome. O meu filho fraturou o braço e na ocasião foi levado ao referido pronto-socorro. Chegando lá, fomos informados de que não havia ortopedista no local. Tivemos que socorrê-lo no pronto socorro do Parque Imperial na cidade de Barueri, mesmo sendo moradores de Osasco.
Em outra ocasião, a minha filha Fernanda estava sentindo dores por conta de uma infecção na urina e eu a levei neste mesmo pronto socorro. Para minha decepção não havia pediatra naquela noite. Novamente, tivemos que buscar socorro na cidade de Barueri. Hoje, quando alguém adoece em casa, já levo direto ao pronto socorro de Barueri, pois não quero correr riscos de não ser atendido. Isto é uma vergonha para uma cidade do tamanho de Osasco, o senhor não acha, senhor secretário?
Nos casos acima é possível ser atendido em Barueri, porém, nos casos de exames ou consultas os postos de saúde de Barueri não têm como nos atender, pois moramos em Osasco. Só nos resta passarmos por humilhações, visto que não dispomos de condições financeiras para pagar um convênio médico.

Aguardo providências desta secretaria.
Desde já agradeço a atenção dispensada,

Weliano Pires Neto.
Morador do bairro Portal do Oeste I - Osasco-SP

Um comentário:

  1. Enviei esta carta por email ao sr secretário da saúde de Osasco, denunciando a situação dos postos de saúde da cidade, mas até agora não obtive nenhum tipo de resposta.

    ResponderExcluir